DICAS DE VIAGEM



1- Para minicruzeiros, leve apenas bagagem de mão, eventualmente reforçada por uma mochila.

2- Sapatos de borracha são bem-vindos: frequentemente há pisos escorregadios nos deques externos (durante festas ao ar livre, por exemplo) e mesmo em áreas internas

3- Leve, livros ou revistas, pois a bordo do navio não há muitas alternativas além dos títulos das limitadas bibliotecas.

4- O horário mais tranqüilo para embarcar é entre 15h e 16h – se o navio estiver programado para zarpar às 17h, como em geral acontece. No dia do embarque, leve consigo uma bagagem de mão com documentos, item de valor, máquina fotográfica, traje de banho e protetor solar. A bagagem despachada pode demorar horas para chegar à cabine.

5- Você não é obrigado a registrar o cartão de crédito logo no primeiro dia. Fuja das filas e faça isso, por exemplo, no segundo dia, caso a autorização de débito em cartão tenha sido enviada juntamente com o voucher leve-a preenchida para agilizar o seu atendimento.

6- Os passeios vendidos a bordo costumam ser caros. Negocie diretamente com os motoristas de vans e táxis no porto de cada destino.

7- As excursões em terra são opcionais e não estão incluídas no valor pago pelo cruzeiro.

8- Marque no início do dia as atividades que lhe interessam na programação. Para não ter dúvidas, mantenha o papel no bolso. As programações são entregues nas cabines todos os dias pela manhã.

9- As hidromassagens e a academia geralmente estão mais livres ao entardecer ou bem cedo, pela manhã. Aproveite esses períodos.

10- As espreguiçadeiras mais disputadas sempre são as localizadas perto da piscina – onde, em geral, toca música alta e dançante. Prefira as dos deques superiores, que costumam ficar vazias.

11- Ao sentir os primeiros sintomas de enjôo, não beba muito líquido e abuse das maçãs verdes. Se pegar uma tempestade e o enjôo vier, é melhor não se trancafiar na cabine. Prefira as áreas públicas, com bastante ventilação e distração para esquecer o mal-estar.

12- A melhor maneira de não pegar fila no almoço é chegar cedo. Já o café da manhã mais tranqüilo é aquele que você toma na cabine (o continental, com menu fixo, geralmente não tem custo extra), *Favor verificar.

13- Quem precisa cumprir uma dieta específica deve avisar ao agente de viagem, na reserva, para garantir a alimentação especial.

14- Na noite anterior ao desembarque, prepare uma bagagem de mão com uma muda de roupa para usar no dia seguinte e todos os pertences de que possa precisar, como por exemplo, artigos de higiene. Isso porque, na última noite a bordo, você precisa colocar as malas do lado de fora da cabine para que elas sejam despachadas.

15- Para as despesas a bordo do navio, prefira cartão de crédito internacional a pagamentos em dinheiro. Usar o cartão facilita a sua vida na hora de fechar a conta. Nos navios mais modernos, dá até para acompanhar as despesas lançadas ao longo do cruzeiro na própria TV do quarto, num programa especial.

16- Qualquer solicitação especial deve ser informada ao agente de viagem para a verificação dos procedimentos corretos.

17- Ao desembarcar nas paradas programadas fique atento às compras. Alimentos e bebidas de quaisquer gêneros são barrados no retorno ao navio.

18- Secadores de cabelo e chapinhas não são permitidos. No caso da viagem prosseguir após o encerramento do cruzeiro fique à vontade para levar tais itens, porém consciente de que os mesmos ficaram retidos até o final do itinerário.

19- As Cias. Marítimas não se responsabilizam pela perda, extravio, dano furto ou roubo de itens de valor deixados no interior da cabine. Faça uso dos cofres individuais.

20- Atenção! Fique atento às condições gerais do cruzeiro adquirido, pois cada companhia possui regras distintas e deixe a documentação exigida, em mãos, tanto na hora do embarque quanto no desembarque para evitar transtornos e agilizar o atendimento.